Lore:Mer

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995

Mer (/mɛɹ/), meaning elf, is used to refer to any of the Elder Races of Mundus, such as the Dunmer (formerly the Chimer), Altmer and Bosmer.[1] Besides these three races, the Orcs and the Falmer are also said to be mer.[2] While the Bretons are the result of interbreeding between Aldmer and Nedes,[3] they are most commonly considered men, and not mer.[4] A chief distinguishing characteristic of Mer is their lengthy lifespans, with average citizens living over two centuries before being considered old—two or three times the span of Men.[5][6] Those extraordinarily gifted in magic or alchemy, or favored by the Gods, can endure for millenia with seemingly no ill effects.[7] A few mer races have disappeared or otherwise died out, including the Dwemer and the Ayleids.[8][9] All of these races are thought to be descended from the Aldmer.[4] The Maormer either have a different origin entirely or diverged from their brethren before the Aldmer inhabited Summerset Isle.[10]

Aldmer

Os Aldmer (signica "Primeiro Povo" ou "Povo Ancião") foram os originais proto-mer durante a Era Merética que se estabeleceram nas Ilhas do Semprestio e na maior parte do continente de Tamriel. São referenciados como os primeiros habitantes tecnologicamente sofisticados em Nirn, embora alguns acreditem que essa distinção pertença as Hist. Os ancestrais do povo-bestial, os Argonianos e os Khajiit, existiam na época em comunidades aborígenes e pré-alfabetas, e foram facilmente deslocadas pelos Aldmer mais avançados. Os Aldmer alegam terem vindo de uma cidade-continente chamado Aldmeris, mas uma série de fontes, incluindo os venerados Antigos Pergaminhos, afirmam que isso é puro mito.

A medida que os Aldmer se espalharam em Tamriel, eles evoluíram longe um do outro, psicologicamente e culturalmente, nos vários tipos de mer conhecidos atualmente. Alguns permaneceram nas Ilhas do Semprestio e se tornaram os Altmer. Os primeiros emigrantes no continente se estabeleceram na Floresta de Valen e se tornaram os Bosmer. Morrowind foi colonizada tanto pelos Dwemer quanto posteriormente pelos Chimer (precursores dos Dunmer). Haviam também os Ayleids de Cyrodiil, os Elfos da Neve do Arcéu, os Maormer de Pyandonea, e os Orcs ou Orsimer, um grupo de Altmer que cultuava Trinimac e foram transformados quanto ele se tornou Malacath. Que em seguida, migraram para a província de Pedralta e fundaram Orsinium. Pedralta também é casa dos Bretons, descendentes de sangue-misto dos Nedes e (não-Orc) colonos Aldmeri.

Acredita-se que os Altmer modernos lembras os Aldmer originais. Os Altmer têm seus ancestrais com grande reverência e constantemente se esforçam para imitar os seus caminhos; até mesmo fora alegado que eles se reproduzem seletivamente para manter suas características Aldmer.

O termo Aldmeri é ocasionalmente usado como um termo geral para todos os elfos, e também é usado para se referenciar aos membros do Domínio Aldmeri.

For more information, see the main lore article.

Altmer

Ilustração de um típico homem Altmer

Os Altmer, ou como chamam a si mesmos, "Povo Culto", são uma raça de pessoas altas, de pele dourada, que vêm das Ilhas dos Semprestio. São conhecidos por Altos Elfos pelos habitantes de Tamriel. No Império, "Alto" é normalmente entendido como ser orgulhoso ou esnobe, pois como os Altmer geralmente personificam essas características, e as "raças inferiores" guardam ressentimentos por eles. Os Altmer vivem duas ou três vezes mais que humanos; um Altmer de 200 anos é velho, e um de 300 anos é muito, muito velho. Os Altmer se consideram a cultura mais civilizada de Tamriel; o idioma comum do continente é baseado na escrita e discurso dos Altmer, e muitas das artes, artesanato, leis, e ciências do Império são derivados de tradições Altmer. Eles normalmente têm olhos dourados, verdes ou castanhos.

Os Altmer são a raça mais dotada nas artes arcanas, e eles são muito resistentes a doenças. Entretanto, são um tanto vulneráveis a magicka, fogo, gelo, e choque, o que os faz fracos contra o ponto mais forte deles mesmos - a magia. Eles estão entre as raças mais inteligentes e que vivem mais em Tamriel, e normalmente se tornam poderosos usuários de magia devido a afinidade mágica e aos vários anos devotados aos estudos da magia.

For more information, see the main lore article.

Ayleid

Os Ayleids, conhecidos como Elfos Selvagens ou Altos Elfos da Capital, foram a primeira raça a estabelecer um império em Tamriel, e dominavam a moderna Cyrodiil por incontáveis anos, datando de volta aos tempos da história não-registrada. Ayleidoon, o idioma deles, é similar a Aldmeris, o idioma dos antigos Aldmer. Os Ayleids foram os fundadores originais da Cidade Imperial, que eles chamavam de "Templo dos Ancestrais". Entretanto, o império deles caiu no início da Primeira Era. Apesar de alguns acreditarem que os Ayleids ainda vivem nas selvas de todas as províncias de Tamriel, foram poucas as vistas. Não houveram relatos de vistas deles nas Terceira e Quarta Eras.

Bem como as ruínas dos perdidos Dwemer permeiam Martelfell, Skyrim e Morrowind, os Ayleids deixaram ruínas espalhadas por Cyrodiil e outras regiões que estiveram sob domínio do Império deles. Estas cidades subterrâneas podem ser mortais para aventureiros, escondendo perigos como armadilhas, monstros, mortos-vivos e criminosos. As cidades deles eram lindas façanhas de arquitetura, indo de instalações pequenos a gigantescos, metrópoles como labirintos, feitos de uma pedra esbranquiçada. Eles também parecem ter tido uma compreensão firme sobre as artes mágicas, pois várias das ruínas deles contêm pedras cheias de essências de magicka colhidas do céu. Eles também desenvolveram o que veio a ser chamado de a Faculdade de Alteração, pois eram habilidosos em mágicas como mudança de forma e levitação. Quanto à aparência deles, como todos os elfos, eles eram magros com orelhas pontudas e características faciais angulares. A compleição deles era mais clara que a dos Dunmer, mas era mais escura que a dos Altmer. Eles preservaram muitas das antigas runas e magias da Era da Alvorada dos Ehlnofey, que outros elfos esqueceram. As profecias dos olhos de mariposa disseram que a arrogância Ayleidica daria "frutos amargos", um aviso que muitos, aparentemente, falharam a guardar. Isso seria a destruição deles.

For more information, see the main lore article.

Bosmer

Ilustração de um típico homem Bosmer.

Os Bosmer são os povos tribais Élficos da Floresta de Valen, uma província de florestas no sudoeste de Tamriel. No Império, eles são comumente chamados de Elfos da Floresta, mas Bosmer, Boiche, ou as pessoas da Seiva-de-Árvore são como chamam a si mesmos. Os Bosmer rejeitaram as rígidas e convencionais tradições da alta cultura Aldmeri, preferindo uma existência mais romântica e simples, em harmonia com a terra e suas criaturas e beleza selvagens. Eles são relativamente ágeis e rápidos corporalmente se comparados aos seus primos Altmer mais “civilizados” (que frequentemente menosprezam os Bosmer, tendo-os como indisciplinados e tolos). Sua agilidade os fazem ótimos como batedores e ladrões. Entretanto, eles também são um povo perspicaz, e muitos seguem carreiras bem sucedidas em buscas acadêmicas ou comércio. Os Bosmer vivem duas a três vezes mais que os humanos; sendo um Bosmer de 200 anos velho e um de 300 anos muito, muito velho. Apesar de eles serem considerados menos influentes que alguns de seus irmãos Élficos, os Bosmer são também relativamente mais propensos a ter filhos. Como resultado, eles são mais numerosos que todos os outros mer em Tamriel.

Os melhores arqueiros de toda Tamriel, os Bosmer apanham e atiram flechas em um ato contínuo; existem até mesmo rumores de que foram eles que inventaram o arco. Eles possuem muitas habilidades naturais e únicas; notavelmente, eles podem comandar criaturas simplórias e têm uma habilidade comparável com a de camaleões para se esconder em áreas florestais. Muitos da Floresta de Valen seguem os princípios do Pacto Verde. Estes “Bosmer do Pacto Verde” são religiosamente carnívoros e canibais, e não machucam vegetação de Floresta de Valen, embora não sejam relutantes em usar produtos de madeira ou derivados de plantas criados por outros.

For more information, see the main lore article.

Chimer

The Chimer (literally, the People of the North), also called the Changed Folk, Velothi, or Changed Ones, were the Aldmeri tribes of dissidents who abandoned the ways of Summerset Isle and embarked on a great exodus to Morrowind. They followed the prophet Veloth, who spoke to them on behalf of Boethiah, Prince of Plots, and two other "Good Daedra". The teachings of Veloth and the Daedra spawned a new culture on Tamriel and a new people, sparking the period of the High Velothi culture. They were dynamic, ambitious, long-lived Elven clans devoted to fundamentalist ancestor worship. They appeared like other elves, but their skin was a darker shade of pale gold than the Altmer. Almalexia of the Tribunal apparently maintained her appearance as a Chimer (as did Vivec, partially) despite the Curse which changed the Chimer into the Dunmer.

For more information, see the main lore article.

Dunmer

Ilustração de um típico homem Dunmer.

Os Dunmer, também conhecidos como Elfos Negros, são os elfos de pele cinza, com olhos tipicamente vermelhos, que habitam Brisavinda.[nb 1] “Negro” é comumente entendido como “de pele escura”, “sombrio”, “desfavorecido pelo destino” e assim por diante. Os Dunmer e sua identidade nacional, entretanto, abraçam estas diversas conotações com entusiasmo. No Império, “Elfo Negro” é o uso comum, porém entre seus irmãos Aldmeri, são chamados de Dunmer. Sua combinação de poderosa inteligência e físicos ágeis e fortes produzem guerreiros e feiticeiros superiores. No campo de batalha, os Dunmer se destacam por sua habilidade em balancear seu bom uso com espadas, arcos e magias de destruição. Os Dunmer vivem de duas a três vezes vidas humanas; um Dunmer de 200 anos é velho, e um de 300 anos é muito, muito velho. Em caráter, são sombrios, distantes e reservados, assim como desconfiados e desdenhosos de outras raças.

Dunmer são desconfiados e tratados com desconfiança por outras raças. São frequentemente vistos como orgulhosos, fiéis ao clã e cruéis do ponto de vista estrangeiro, mas valorizam enormemente lealdade e família. Jovens mulheres Dunmer têm reputações promíscuas em alguns círculos. Apesar de suas poderosas habilidades e pontos fortes, a natureza vingativa dos Dunmer, seus antigos conflitos, traições e reputações manchadas os impedem de ganhar mais influência. Os nascidos na terra natal de Brisavinda antes da devastação são conhecidos por serem bem menos amigáveis se comparados aos nascidos sob a tradição Imperial.

For more information, see the main lore article.

Dwemer

The Dwemer , the "people of the deep", are a fabled "Lost Race" of Mer from Dwemereth, which mostly consisted of modern-day Morrowind, where they are believed to have been the most prolific, though they also had a strong presence in Hammerfell, High Rock, and Skyrim. Meric races use the term "Dwemer", which translates to "Deep-Elves" or "Deep Folk". Men commonly refer to them as Dwarves. The early history of the Dwemer is still clouded in mystery. There is no known story of their dissociation from the Aldmer, which must have occurred very early in Tamrielic history, as their society bore few correlations with that of the Altmer besides some similar legal principles. According to legend, the Dwemer originated from the same group as the Dunmer, and were treated as another tribe, and later, as a secular Great House. [oog 1][oog 2] The Dwemer built elaborate underground cities near and beneath mountain ranges, including the Velothi Mountains and Red Mountain, and in the mountains of the isle Stros M'Kai. Many misconceptions about them have abounded for centuries: scholars long thought that most Dwemer ruins which dotted Tamriel outside Morrowind were mere outposts and that there were few significant Dwemer settlements elsewhere until 1E 420. The presentation of the Dwemer in fictitious but popular novels like the Ancient Tales of the Dwemer has also lodged an inaccurate impression of them in the popular consciousness, painting them as familiar, comfortable characters very similar to humans. In reality, they are better described as having been fearsome, unfathomable, and even cruel, though also careful, intelligent, and industrious. Their society consisted of free-thinking yet reclusive clans devoted to the secrets of science, engineering, and the arcane until they mysteriously disappeared around 1E 700.

For more information, see the main lore article.

Lefthanded Elves

The Lefthanded Elves (or Left-Handed Elves), also known as Sinistral Mer, were a race of elves from Yokuda. They were the enemies of the Yokudans (ancient Redguards) and fought with them for a thousand years. During the Mythic Era, the Na-Totambu (Yokudan royalty) fought to a standstill among themselves to decide who would lead the charge against the Lefthanded Elves. Leki intervened and a victor emerged, and war was subsequently declared on the Elves. Diagna, an avatar of the HoonDing, brought orichalc weapons to the Yokudans, which were instrumental in defeating the Elves. The Ra Gada's extermination of elven colonies along the coast of Hammerfell is due to their hatred of the Lefthanded Elves. The Redguards no longer speak of the Lefthanded Elves, as recalling the elves' abominations serves only to darken their days.

The Lefthanded Elves' defeat by the Yokudans and the subsequent sinking of Yokuda imply that the race is extinct, although it has been speculated that there may be a link between them and the southern Maormer.

For more information, see the main lore article.

Maormer

Maormer, also known as Sea Elves or Tropical Elves (or derogatorily as Fish Elves), are a race of Mer that reside on the island kingdom of Pyandonea, far south of the Summerset Isles.

For more information, see the main lore article.


Orc

Ilustração de um típico homem Orc

Os Orcs, também chamados de Orsimer ou "Povo da Pária" em tempos antigos, são os habitantes das Montanhas Wrothgarianas, Montanhas Cauda do Dragão e Orsinium (literalmente traduzido do Aldmeri como "Cidade dos Orcs"). São notáveis por sua coragem inabalável em guerras, e sua resistência a dificuldades. No passado, os Orcs eram muito temidos e odiados pelas outras raças e nações de Tamriel, e eram normalmente associados aos goblins. No entanto, foram lentamente ganhando sua aceitação no Império, em particular pelos seus serviços diferenciados para as Legiões do Imperador. Armeiros orcs são conhecidos por suas habilidades, e guerreiros orcs em armadura pesada estão entre as melhores tropas do Império, e são muito temíveis quando usando sua "berserker rage". A maior parte dos cidadãos imperiais têm a sociedade orc como cruel e durona. Os Orcs da região da Baía Ilíaca desenvolveram seu próprio idioma, conhecido como Orcish, e já tiveram seu próprio reino, chamado de Orsinium.

For more information, see the main lore article.

Snow Elves

The Snow Elves, also known as the Falmer or Ice Elves, are a proud race of mer with an unusually great aptitude for magic. They tend towards cold, remote regions, and inhabited a portion of Skyrim before being displaced by the Nords in the late Merethic Era and early First Era. Before that, they had a civilization which rivaled even the Altmer of the Summerset Isles. They resemble white-haired, pale Altmer, and have very long lifespans, as well as a strong resistance to frost. Legends say they favor spears and archery in combat.

Much as "High Elf" and "Wood Elf" are interchangeable with "Altmer" and "Bosmer" respectively, "Falmer" is really just another term for "Snow Elf". However, most people, even the Snow Elves themselves, demonstrated a preference for "Snow Elf". In this case, time eventually provided distinct meanings for the two terms. Many of the ancient Snow Elves were betrayed in a deal for asylum they struck with the Dwemer. The Dwemer forced their wards to subsist only on toxic fungi which twisted them into sightless slaves. It is the hideous descendants of these slaves, whom other Snow Elves called "the Betrayed", who have come to represent the Falmer to many of the people of Tamriel. People often refer to the grand ancient race of Skyrim elves as Snow Elves, and to their barbaric remnants as Falmer.

Few know that an unknown number of civilized Snow Elves rejected the Dwemer's deal. Even fewer know that some have survived, uncorrupted, into modern times. Knight-Paladin Gelebor of the Chantry of Auri-El, the only known and potentially last Snow Elf still alive today, embraced this distinction between "Falmer" and "Snow Elf" because of the negative connotations "Falmer" had accumulated over the millennia.

For more information, see the main lore article.

Gallery

References

  1. ^ O Monomito
  2. ^ The True Nature of Orcs
  3. ^ [[Lore:Guia de Bolso do Império, 1º Edição/High Rock|]]
  4. ^ a b [[Lore:Guia de Bolso do Império, 3º Edição/All the Eras of Man|]]
  5. ^ Interview with a Dark ElfDave Humphrey
  6. ^ The Real Barenziah, Part 2Anonymous
  7. ^ Alfe Fyr's dialogue in Morrowind
  8. ^ O Anuado Comentado
  9. ^ Guia de Bolso do Império, 1º Edição: SkyrimSociedade Geográfica Imperial, 2E 864
  10. ^ [[Lore:Guia de Bolso do Império, 3º Edição/Other Lands|]]

Nota: as seguintes referências não são encontradas no jogo. Elas são incluídas para providenciar um fundo mais sólido ao artigo, mas podem não refletir lore estabelecida.

  1. ^ Gary Noonan explained the Dwemer and Dunmer's shared origins
  2. ^ According to Michael Kirkbride during the Redguard Forum Madness, the Dwemer were also considered a tribe during the time of the nation of Veloth