Lore:A Campina

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
Esta página está sendo redesenhada para o Projeto de Lugares da Lore (LPP).
A página pode precisar de algum trabalho para se encaixar em nossos padrões da página do projeto.
The Reach
Tipo Região
Continente Tamriel
Província Arcéu
Aparece em Skyrim
A Campina

A Campina é a larga região a sudoeste de Arcéu; ela dá passagem a Pedra Alta a oeste e Martelfell a sul, embora exatamente onde tenha mudado ao longo da história e várias guerras.[1] Próximo ao canto sudoeste, a capital Markarth, antes uma fortaleza Dwemer, é cosntruída dentro das Montanhas Druadach, que são substituídas pelas Montanhas Jerall próximo ao canto sudeste da região.[2] o Rio Karth começa na região do sul e drena as montanhas, correndo como uma gubia profunda pelo mei oda região. Os picos da faixa de Druadach se situam a oeste, e as altas ribanceiras geralmente se elevam a leste, levando a pastagem e tundra.

A região é habitada por Nords e os devotos de Daedra, o Povo da Campina, que são majoritariamente descendentes de Breton. Eles são conhecidos por resistir ao governo estrangeiro, usando a magia antiga e um conhecimento íntimo da paisagem em sua vantagem em guerrilhas e táticas de espionagem.[3] Uma fortaleza Orc pode ser encontrada nos estepes da montanha ao sul da região na Quarta Era, e houve vários assentamentos ao longo dos anos na margem do Karth, como Karthwasten e Velha Hroldan.

Around 1E 1030, the Reach was ruled by ten warring kings. Most of them bowed down to the Imperial invading forces of Empress Hestra, though many ultimately joined the rebellion led by Red Eagle, the legendary Reachman. They could not win this conflict, but in a campaign lasting two or more years, Red Eagle and his followers made the Empire pay dearly for invading their land.[4] Although the Empire was ultimately able to exert control over the Reach, widespread resistance continued, until Reman himself turned his attention to the “the madmen of the Reach” after thwarting the Akaviri invasion in 1E 2704. He divided the geographical Reach between the legal provinces of High Rock and Arcéu to reduce the power or incomes of any individual ruler. Almost continuous forays out of Evermore or Solitude attempted to impose control, but were never able to succeed absolutely.[5] Around 2E 582, the Reach was an independent Reachman kingdom, ruled by the so-called Despot of Markarth.[5] Nationalistic Reachmen passively resisted throughout the eras, until finding the perfect opportunity in 4E 174, while the forces of the Empire were committed to fighting the Aldmeri Dominion. They rose up, seizing Markarth and most of the hold, ruling the Reach as a independent kingdom for two years. The government of Arcéu, growing desperate, enlisted a militia led by Ulfric Stormcloak which retook the Reach in 4E 176. The survivors of the revolt were scattered into the wilderness, becoming the Forsworn.[6]

See Also

  • Para informação específica do jogo, veja o artigo de Skyrim.

Referências

  1. ^ [[Lore:As Regiões de Arcéu|]]
  2. ^ A Cidade de Pedra: Guia de Markarth de um MercenárioAmanda Alleia
  3. ^ [[Lore:Os "Loucos" da Campina|]]
  4. ^ The Legend of Red EagleTredayn Dren, Archivist of Winterhold
  5. ^ a b [[Lore:O Guia Melhorado do Imperador de Tamriel/Bangkorai|]]
  6. ^ O Urso de Markarth - Os Crimes de Ulfric TempesmantoArrianus Arius , Estudioso Imperial
x32px Este artigo relacionado a Lore é um rascunho. Você pode ajudar expandindo-o.