Online:Monomyth: The Heart of the World

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
ON-icon-book-Divines Lore 07.png
Informações do Livro
Veja também Versão da Lore
Anterior "Shezarr's Song" Próximo None
Coleção Divines and Deities
Monomyth: The Heart of the World
The Monomyth: The Altmeri — "The Heart of the World."

"Anu envoltava e envolta todas as coisas. Para que ele pudesse conhecer a si mesmo ele criou Anuiel, sua alma e alma de todas as coisas. Anuiel, como todas as almas, ganhou a auto-reflexão, e por isso, ele precisou diferençar entre suas formas, atributos, e intelectos. Então nasceu Sithis, que era a soma de todas as limitações que Anuiel utilizaria para ponderar a si mesmo. Anuiel, que era a alma de todas as coisas, se tornou muitas coisas, e esta ação recíproca era e é o Aurbis."

"De início, o Aurbis era turbulento e confuso, já que as ruminações de Anuiel se faziam sem planejamento. Aspectos do Aurbis então pediram por agendas para seguir ou procedimentos onde eles poderiam se aproveitar por mais tempo fora do perfeito conhecimento. Para que ele pudesse conhecer a si mesmo desta forma, Anu criou Auriel, a alma de sua alma. Auriel sangrou pelo Aurbis como uma nova força chamada tempo. Com o tempo, vários aspectos do Aurbis começaram a entender suas naturezas e limitações. Eles tomaram nomes, como Magnus ou Mara ou Xen. Um desses, Lorkhan, era mais um limite do que uma natureza, então ele nunca conseguiu durar muito em nenhum lugar."

"Conforme ele entrava em todos os aspectos de Anuiel, Lorkhan plantou uma ideia que era quase toda baseada em limitação. Ele traçou um plano para criar uma alma para todo o Aurbis, um longar onde até os aspectos dos aspectos pudessem se auto-refletir. Ele ganhou muitos seguidores. Eté mesmo Auriel, quando soube que ele seria o rei do novo mundo, concordou em ajudar Lorkhan. Então eles criaram Mundus, onde seus próprios aspectos pudessem viver e se tornaram os et'Ada."

"Tsso foi um truque. Como Lorkhan sabia, este mundo continha mais limitações do que não continha, e por isso dificilmente era uma coisa de Anu. Mundus era a Casa de Sithis. Conforme seus aspectos começaram a morrer, muitos dos et'Ada desapareceram completamente. Alguns escaparam, como Magnus, e é por isso que não existe limitações para a magia. Outros, como Y'ffre, transformaram a si mesmos nos Ehlnofey, os Ossos da Terra, para que o mundo todo pudesse viver. Alguns tiverem que casar e ter filhos para durar. Cada geração era mais fraca que a anterior, e em pouco tempo vieram os Aldmer. Escuridão caiu. Lorkhan fez exércitos das almas mais fracas e os chamou de Humanos, e eles trouxeram Sithis para todos os lados."

"Auriel pediu a Anu para trazê-los de volta, mas ele já tinha tapado os lugares deles com outra coisa. Hua alma era mais gentil, granting a Auriel seu Arco e Escudo, para que ele pudesse salvar os Aldmer das hordas de Homens. Alguns já havia caído, como os Chimer, que ouviram et'Ada obscuros, e outros, como os Bosmer, que haviam manchado a linha do Tempo tomando esposas humanizadas."

"Auriel não pode salvar Altmora, a Floresta Antiga, e ela foi perdida para os Homens. Eles foram caçados sul e leste até Ehlnofey Ancestral, e Lorkhan estava logo atrás. Ele quebrou aquela terra em várias. Finalmente, Trinimac, o maior cavaleiro de Auriel, derrubou Lorkhan na frente de seu exército e alcançou com muito mais que mãos para arrancar seu Coração. Ele foi desfeito. Os Homens arrastaram o corpo de Lorkhan e juraram vingança contra os herdeiros de Auriel por todo o tempo."

"Mas quando Trinimac e Auriel tentaram destruir o Coração de Lorkhan, ele riu deles. Ele disse, 'Este Coração é o coração do mundo, pois um foi feito para satisfazer o outro.' Então Auriel prendeu a coisa a uma flecha e a atirou para o fazê-la voar para oceano, onde nenhum aspecto do novo mundo pudesse encontrá-la."



Ant.: "Shezarr's Song" Acima: Monomyth Próx.: Nenhum