Morrowind:36 Lessons of Vivec, Sermon 7

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
MW-icon-book-Book3.png
Informações do Livro
ID BookSkill_Block4
Veja também Versão da Lore
Anterior Sermon 6 Próximo Sermon 8
Value 200 Weight 3.0
Skill Block
Localizações
Encontrado nos seguintes lugares:
Livro 7 de uma série de palavras de conhecimento relacionadas à Vivec


Conforme a caravana de Nerevar chegava à capital de Veloth, logo Almalexia, chegaram grandes rumores de oblívio. Um duque entre os scamps entrou na Casa dos Problemas, parando ante cada escritura para prestar homenagens, até que ele finalmente foi recebido pelo grande domo de Mehrunes Dagon.

O Duque dos Scamps disse, 'Eu fui invocado pelo Senhor Dagon, mestre das águas sujas e do fogo, e eu trouxe as flâmulas de minhas sete legiões.'

O domo principal, cujo chefe era uma bolha de água suja e fogo, curvou-se baixo, para que a cabeça do Duque dos Scamps se aproximasse da sua.

Ele viu a primeira flâmula, que comandava uma legião de guerreiros solenes que poderiam morrer ao menos duas vezes.

Ele viu a segunda flâmula, que comandava uma legião de touros alados e o imperador da cor que montava cada um.

Ele viu a terceira flâmula, que comandava uma legião de górgonas invertidas, grandes cobras cujas escamas eram rostos de homens.

Ele viu a quarta flâmula, que comandava uma legião de amantes cruzados.

Ele viu a quinta flâmula, que comandava uma legião de feridas saltitantes procurando por vítimas para pular.

Ele viu a sexta flâmula, que comandava uma legião de planetas abreviados.

Ele viu a sétima flâmula, que comandava uma legião de movimentos vitoriosos de armadura.

Para cada um o domo principal disse, 'Duque Kh-Utta, suas legiões apesar de poderosas não são suficientes para destruir Nerevar ou o caminho Triune. Olhe para o Hortator e veja a sabedoria que ele toma de esposa.'

E eles olharam para o mundo mediano e viram:

Evaporando em uma multidão de trovões
De guerra vermelha e homens de quitina,
Onde destinos
Levam-no mais longe de nossos caminhos
O calor que queríamos
E rezar para eles ainda lembrarem,
Onde destinos
Cobrem a distância,
Felizes no leste dourado que vimo-nos agora,
Ao invés de guerra e reparo
Da fratura óbvia
Uma maldição no Hortator
E mais duas em suas mãos

E o Duque dos Scamps viu as palmas do Hortator, nas quais o ovo escrevera essas palavras de poder: GHARTOK PADHOME GHARTOK PADHOME.

O fim das palavras é ALMSIVI.