Morrowind:36 Lessons of Vivec, Sermon 5

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
MW-icon-book-Book3.png
Informações do Livro
ID BookSkill_Axe4
Veja também Versão da Lore
Anterior Sermon 4 Próximo Sermon 6
Value 200 Weight 3.0
Skill Axe
Localizações
Encontrado nos seguintes lugares:
Livro 5 de uma série de palavras de conhecimento relacionadas à Vivec


Finalmente o simulacro da esposa do netchador ficou instável. Os Dwemer em sua pressa construíram-no mal e as cinzas da Montanha Vermelha tornaram lentos seus tendões dourados. Não demorou muito para ele cair de joelhos perante a estrada às terras de Indoril e ficar por lá, para ser descoberto oitenta dias depois por uma caravana mercante a caminho da capital de Veloth, logo Almalexia.

Vivec não esteve entre seu povo nos dias de sua pré-vida, então ele ficou em silêncio e deixou os Chimer na caravana pensarem que o simulacro estava quebrado e vazio. Um guerreiro Chimeri, que estava protegendo a caravana, falou:

'Olhe aqui como os Dwemer tentam nos fazer de tolos como sempre, criando nossos semelhantes de seus metais-carne. Nós deveríamos levar isso à capital e mostrar à nossa mãe Ayem. Ela irá querer ver essa nova estratégia de nossos inimigos.'

Mas o capitão mercador afirmou:

'Eu duvido que seremos bem pagos pelo esforço. Nós ganharemos mais dinheiro se pararmos em Noormoc e vendermos isso para as Esposas Vermelhas de Dagon, que pagam bem por peças feitas pelo Povo Profundo.'

Mas outro Chimer, que já era sábio nos caminhos da profecia, olhou para o simulacro inquieto.

'Eu não fui contratado para te ajudar a buscar fortuna? Eu digo que você deve ouvir seu guerreiro, e levar isso para Ayem, pois embora manufaturado por nossos inimigos, tem algo nele que se tornará sagrado, ou já é.'

O capitão mercador parou um momento e então olhou o simulacro da esposa do netchador e, embora ele atendesse sempre ao conselho de seus videntes, não podia fazer mais que pensar nos lucros a serem feitos em Noormoc. Ele pensava principalmente na forma de recompensa das Esposas Vermelhas, que era de quatro cantos e boa ferida, uma magia do ventre não conhecida em nenhum outro lugar sob as luas. Sua luxúria o fez negar a Ayem sua mãe. Ele deu ordem para mudar de rumo para Noormoc.

Mas antes de a caravana poder voltar ao Caminho, o guerreiro Chimeri que havia aconselhado a passagem na capital jogou seu dinheiro ao capitão mercante e disse:

'Eu pagarei você também pelo simulacro e avisarei-no: guerra com os homens desgrenhados do norte está vindo e eu não terei minha mãe Ayem em condições desiguais com um inimigo enquanto trata de outro.'
'Nerevar,' o capitão mercante disse, 'não é o suficiente. Eu estou com o Triune do meu jeito, mas eu sigo a estrada de meu corpo e demando mais.'

Então Vivec não podia mais ficar em silêncio e falou na cabeça de Nerevar essas palavras:

'Você pode ouvir as palavras, então fuja
Venha, Hortator, desdobre-se em um claro desconhecido,
Fique quieto até você dormir no dia anterior,
E diga que não há elegias para a pedra derretida’

Então Nerevar matou o capitão mercante e tomou a caravana para sí.

O fim das palavras é ALMSIVI.