Daggerfall:Special Flora of Tamriel

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
Informações do Livro
Veja também Versão da Lore
Value 453 Weight 2.0
Special Flora of Tamriel
Uma lista de raras plantas de Tamriel


Uma similar mas não idêntica versão deste livro aparece em Morrowind.

Papoulas, ambas branca e preta, pode ser encontrada na natureza nas montanhas de Martelfell. Suas suculentas vagens são muitas vezes o único alimento para os aventureiros que se encontram no deserto sem rações. Diz-se que as papoulas brancas e pretas embebidas juntas tem propriedades mágicas. Quando são esmagados e misturados com o leite da montanhosa e ágil cabra, cria uma poção capaz de fazer com que o usuário deslize com segurança sob o chão.

Samambaia de Fogo, uma erva perene, é nativa da província de Brisavinda. As flores são discretas e muitas vezes escondidas. A folhagem e as flores lustrosas, sempre vivas são resistentes a condições de calor elevado e luz brilhante. Uma pétala desta planta colocada sob a língua do aventureiro irá fornecer proteção contra o calor e fogo dos poços de lava e fluxos térmicos em torno de Dagoth-Ur.

Língua-de-Dragão, um nome comum para uma erva samambaia encontrada em Pântano Negro, é especialmente prolífica em torno da área do Pantanal Ultherus. É uma linda flor silvestre cujo nome vem das frondes vermelhas que protegem a sua eflorescência dourada. Tão bonita, no entanto, é um veneno mortal para a maioria dos seres vivos e precisa ser evitado pelos aventureiros, especialmente os desprotegidos, pois é letal ao toque. Dizem, no entanto, que Argonianos podem lidar com a planta e usar a seiva derivada de suas raízes para melhorar sua resistência.

Domica Ruivomosto é uma erva cultivada por muitos residentes de Floresta de Valen por suas bonitas e exuberantes flores. Eles atingem uma altura de cerca de três pés e ostentadoras folhas plumosas; as flores geralmente são vermelhas brilhantes. Além de sua beleza, dizem ter a habilidade mágica de melhorar a aparência de quem carrega ou usa uma das flores.

Semente de Pau-ferro é uma fruta de casca-grossa que vem das árvores de pau-ferro que crescem nas densas florestas de Arcéu. A madeira destas árvores é dura como o metal a qual foi nomeada. A variedade negra muito rara de pau-ferro é dito produzir uma noz que é muito suculenta e acredita-se que fortifica a força do aventureiro que é capaz de quebrar sua casca e a partir.

As folhas de Ginko [sic] encontradas próximas a bancos de rios e lagos em Martelfell são muito discretas, apenas sua forma peculiar da meia-lua a torna visível. A folhagem comestível é muito doce e bastante saborosa. Lendas dizem que, quando misturado corretamente com a polpa da planta de aloe, a mistura resultante tem a capacidade de aumentar o vigor por um curto período de tempo.

A Samambaia Somnalius pode ser encontrada nos mangues de Pântano Negro. As frondas desta planta são de um verde claro e bastante delicadas. Escolher uma fronda pode ser muito difícil, já que geralmente se desintegram ao toque, mas uma vez adquirida pode ser usado para colocar um inimigo para dormir por um curto período e passar debaixo do nariz dele.

Araruta é um tubo grosso e borrachudo que pode ser encontrado na Província de Floresta de Valen. A planta é bastante difícil de encontrar, pois sua folhagem acima do solo é muito escassa e míuda. Mas a Araruta em si pode ser mais benéfica para o coletor, pois possui propriedades mágicas. A pasta feita da moagem da raiz é bastante saudável e pode melhorar a pontaria do usuário com um arco e flecha.

Solanácea tem a reputação de uma erva extremamente venenosa. Entretanto, a variedade encontrada em Elsweyr é apreciada por Khajiits que tomaram carreira em gatunagem. Muitos Khajiits colocam um pedaço de Solanácea dentro de sua armadura para aumentar suas habilidades de esconder-se, esgueirar-se e tornar-se invisível.