Skyrim:O Livro do Draconato

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
SR-icon-book-BookOfTheDragonborn.png
Informações do Livro
ID 000F86FE
Veja também Versão da Lore
Value 12 Weight 1
Tipo List 3
Localizações
Encontrado nos seguintes lugares:
O Livro do Draconato
por Prévio Emelene Madrine
Ordem de Talos
Priorado Weynon
Um tratado sobre o Draconato


Ano 360 da Terceira Era, Vigésimo Primeiro do Reino de Sua Majestade Pelagius IV

Muitas pessoas já ouviram o termo "Draconato" - nós obviamente somos governados pelos "Imperadores Draconatos" - mas o verdadeiro significado do termo não é comumente conhecido. Para nós da Ordem de Talos, este é um assunto muito próximo e querido aos nossos corações, e neste livro tentarei iluminar a história e o significado daqueles conhecidos como Draconatos ao longo dos tempos.

Grande parte dos estudiosos estão de acordo que o termo foi primeiramente usado em conexão com o Contrato de Akatosh, quando a abençoada St. Alessia recebeu o Amuleto dos Reis e as Brasas do Dragão que no Templo do Escolhido foram acesas pela primeira vez. "Akatosh, olhando com pena sobre a difícil condição dos homens, retirou o sangue precioso de seu próprio coração e abençoou Santa Alessia com o sangue dos Dragões, fazendo então um Contrato, em que enquanto os descendentes de Alessia mantivessem o sangue verdadeiro dos Dragões, Akatosh manteria os Portões de Oblivion fechados e impediria o avanço dos exércitos de Daedra e dos mortos vivos de seus inimigos, os adoradores de Daedra, Ayleids." Estes abençoados por Akatosh com o “sangue do dragão” ficaram conhecidos apenas como Draconatos.

A conexão com os governantes do Império foi assim desde o começo – apenas aqueles com o sangue dracônico seriam capazes de usar o Amuleto dos Reis e acender as Brasas do Dragão. Todos os governantes legítimos do Império foram Dragonborns – Os Imperadores e Imperatrizes do Primeiro Império Cyrodílico fundado por Alessia; Reman Cyrodiil e seus herdeiros; e é claro, Tiber Septim e seus descendentes, até chegar em nosso atual Imperador, Sua Majestade Pelagius Septim IV.

Devido a esta conexão com o Imperador, entretanto, o outro significado do Dragonborn foi obscurecido e muito esquecido por todos exceto estudiosos e aqueles dedicados ao serviço do abençoado Talos, Que Era Tiber Septim. Poucos entendem que ser o Draconato não é apenas uma hereditariedade - sendo o abençoado do Prórpio Akatosh, está além de nosso conhecimento como e porquê tal poder é dado. Estes que se tornam Imperadores e acendem as Brasas do Dragão certamente são Draconatos - a prova está no uso do Amuleto e ao acender a Brasa. Mas eram eles Draconatos e capazes de realizar tais feitos - ou tal ação era a benção de Akatosh descendendo sob eles? Tudo que podemos dizer é que é ambos, e nenhum - um mistério divino.

A linhagem dos Septims é composta inteiramente de Draconatos, é claro, que é a razão de uma simplística noção de hereditariedade ter se tornado tão popular. Mas sabemos com certeza que os primeiros governantes de Cyrodilic não estão todos relacionados. Também não há evidência de que Reman Cyrodiil era descendente de Alessia, por mais que haja muitas lendas que o coloquem assim, grande parte delas datando do tempo de Reman e provavelmente com o intuito de legitimar seu governo. Nós sabemos que os Blades, geralmente vistos como os guarda-costas do Imperador, originados em cruzados Akaviri que invadiram Tamriel por razões obscuras no fim da Primeira Era. Eles parecem estar procurando por um Draconato - os eventos na Passagem Pálida apoiam isto - e os Akaviri foram os primeiros a proclamar Reman Cyrodiil como Draconato. Na verdade, foram os Akaviri os que mais fizeram para promover seu posto de Imperador (por mais que Reman nunca tenha tomado para si tal título em sua vida). E é claro, não há nenhuma hereditariedade sabida que conecte Tiber Septim e nenhum dos outros Draconatos que governaram Tamriel.

Se é possível ter mais de um Draconato ao mesmo tempo é outro mistério. Os Imperadores fizeram o possível para dispersar esse fato, mas é obvio que durante a sucessão Imperial haverão ao menos dois ou mais potenciais Dragonborns ao mesmo tempo: o governante atual e seus sucessores. A história dos Blades também esclarece isso – embora pouco é conhecido sobre a atividade deles durante o Interregno entre o Império de Reman e a ascensão de Tiber Septim, muitos acreditam que os Blades continuam a procurar e proteger aqueles que eles acreditam ser (ou talvez seja) o Draconato.

Por fim, nós chegamos à questão do real significado de ser Draconato. A conexão com os dragões é tão óbvia que que quase foi esquecida – nestes dias onde os dragões são uma distante memória, nós esquecemos que no começo de tudo, ser Draconato significava ter o “sangue do dragão”. Alguns estudiosos acreditam que isto era literal, enquanto o real significado era bastante desconhecido. Os Nords contam lendas de heróis Draconatos que foram exímios matadores de Dragões, capazes de roubar o poder dos dragões que eles matavam. De fato, se sabe que os Akaviri caçaram e mataram muitos dragões durante sua invasão, e há evidência de que isto continuou após se tornarem a Guarda Dracônica de Reman Cyrodiil (novamente, a conexão com dragões) - os predecessores diretos dos Blades de hoje.

Eu o deixo com o que é conhecido como "A Profecia do Draconato". Costuma-se dizer que se originou em um Elder Scroll, por mais que algumas vezes seja atribuída a ancião Akaviri. Muitos tentaram decifrar, e muitos também acreditam que seus presságios tenham sido preenchidos e que o advento do "Último Draconato" estava próximo. Eu não faço quaisquer afirmação como intérprete da profecia, mas ela sugeste que o verdadeiro significado do dom de Akatosh aos mortais ainda há de ser completamente entendido.

Quando o desgoverno tomar seu lugar nos oito cantos do mundo

Quando a Torre de Bronze caminhar e o Tempo for reformado

Quando os três-vezes-abençoados falharem e a Torre Vermelha tremular

Quando o Governador Draconato perder seu trono, e a Torre Branca cair

Quando a Torre de Neve se separar, sem rei, sangrando

O Devorador-de-Mundos acorda, e a Roda gira sob o Último Draconato.