Online:Monomyth: Lorkhan and Satakal

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
ON-icon-book-Divines Lore 04.png
Informações do Livro
Veja também Versão da Lore
Anterior The Myth of Aurbis Próximo "Shezarr's Song
Coleção Divines and Deities
Monomyth: Lorkhan and Satakal
Excerpt of a theological book containing the common creation myths

Lorkhan

Esta deidade Criadora-Trapaceira-Testadora está em todas as tradições míticas Tamrielicas. Seu nome mais popular é o Aldmeri "Lorkhan", ou Tambor da Condenação. Ele convenceu ou enganou os Espíritos Originais a fazer a criação do Plano Mortal, bagunçando o status quo, bem como seu pai Padomay introduziu a instabilidade no universo no Local Inicial. Depois que o mundo se materializou, Lorkhan foi separado de seu centro divino, algumas vezes involuntariamente, e vaga pela criação dos et'Ada. Interpretações destes eventos diferem muito culturalmente. Abaixo, está a mais conhecida:

O Yokudano "Satakal o Cosmocouro"

"Satak era a Primeira Serpente, a Cobra que veio Antes, e todos os mundos que viriam repousavam no vislumbre de suas escamas. Mas ela era tão grande que não havia nada além dela, e por isso era enrolada em si mesma, e os mundos que viriam deslizavam entre si mas nenhum tinha espaço para respirar ou existir. E então os mundus chamaram algo para salvá-los, para deixá-los sair, mas é claro que não havia nada fora da Primeira Serpente, então a ajuda teve de vir de dentro; e era Akel, o Estômago Faminto. Akel se fez conhecido, e Satak só conseguia pensar no que era, e era a maior fome, então só comia e comia. Em pouco tempo havia espaço para viver nos mundos, e as coisas começaram. Essas coisas eram novas e cometiam erros com frequência, pois quase não existia tempo para praticar. Então a maior parte das coisas acabava cedo, ou não eram boas e desistiam de si. Algumas coisas estavam prestes a começar, mas elas foram comidas pois Satak chegou àquela parte de seu corpo. Era um tempo violento."

"Então Akel fez Satak morder o próprio coração, e esse foi o fim. A fome, no entanto, se recusou a parar, mesmo em morte, e então a Primeira Serpente trocou a sua pele para recomeçar. Conforme os tempos antigos morriam, Satakal nasceu, e quando as coisas perceberam este padrão, eles perceberam quais eram suas partes. Eles começaram a tomar nomes, como Ruptuga ou Tu'whacca, e eles vagaram procurando por seus parentes. Conforme Satakal comia a si mesmo, os espíritos mais fortes aprenderam a evitar o ciclo se movendo em ângulos estranhos. Eles chamaram este processo de Walkabout, uma forma transitar entre mundos. Ruptuga era tão grande que ele conseguiu colocar as estrelas no céu para que espíritos mais fracos pudessem encontrar o caminho mais facilmente. Esta prática se tornou tão fácil para os espíritos que se tornou um lugar, chamado de as Costas Longíquas, um tempo de espera até a próxima pele."

"Ruptuga conseguiu gerar muitos filhos pelos ciclos, e então ficou conhecido como Tall Papa. Ele continuou a colocar estrelas para mapear o Vazio para os outros, mas depois de muitos ciclos haviam quase muitos espíritos para ajudar. Ele fez para si um ajudante a partir dos detritos de peles passadas, e esse era Sep, ou a Segunda Serpente. Sep tinha muito do Estômago Faminto nele, múltiplas fomes de múltiplas peles. Ele era tão faminto que não conseguia pensar direito. Algumas vezes ele comia espíritos que ele tinha que ajudar, mas Tall Papa sempre conseguia alcançá-los e trazê-los de volta. Finalmente, cansado de ajudar Tall Papa, Sep voltou e pegou o resto das peles antigas e juntou todas, enganando espíritos a ajudá-lo, prometendo que era assim que se alcançava o novo mundo, fazendo um a partir do antigo. Esses espíritos gostaram desta forma de vida, pois era mais fácil. Sem mais pular de lugar para lugar. Muitos espíritos ajudaram, acreditando que era uma boa ideia. Tall Papa simplesmente mexeu a cabeça."

"Em pouco tempo os espíritos na bola-de-pele começaram a morrer, pois estavam muito longe do mundo real de Satakal. E eles perceberam que era muito longe para pular de volta para as Costas Longíquas agora. Os espíritos que ficaram pediram para Tall Papa os trazer de volta. Mas o ranzinza Ruptuga não o faria, e ele disse aos espíritos que eles precisavam achar novas formas para as Costas Longíquas agora. Se não pudessem, então eles deveriam viver através de suas crianças, o que não era o mesmo de antes. Sep, entretanto, precisava de mais punição, e então Tall Papa esmagou a Cobra com um grande bastão. A fome caiu da boca morta de Sep e foi a única coisa que sobrou da Segunda Serpente. Enquanto o resto do novo mundo pôde voltar para a divindade, Sep conseguia somente se mexer em uma pele morta, ou nadar pelo céu, um vazio faminto que invejosamente tentava comer as estrelas."



Ant.: The Myth of Aurbis Acima: Monomyth Próx.: "Shezarr's Song