Oblivion:Mythic Dawn Commentaries 4

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
OB-icon-book-Book1.png
Informações do Livro
ID 00022b07
Veja também Versão da Lore
Anterior Book 3 Próximo None
Value 100 Weight 5.0
Skill Mysticism
Preciso para The Path of Dawn
Localizações
Encontrado nos seguintes lugares:
Commentaries on the Mysterium Xarxes Book Four
O quarto e final livro dos iniciados do culto Aurora Mítica


A palavra em Daedrico é "GHARTOK".

GHARTOK



Sábio em relação ao coração, o portador da quarta chave: o Terreno Mundex já foi governado apenas pelos tiranos dreugh-reis, cada um com seu próprio domínio, e as guerras de fronteira foram lutadas entre seus oceanos escravos. Eles eram parecidos com os totens do tempo antigos, porém malignos, e cheios de zombaria e poderes profanos. Ninguém que viveu o fez fora do sofrimento dos reis.

Ofereço minha alma aos Magna Ge, ditos a alegria no Paraíso, pois eles criaram Mehrunes a Navalha em segredo, nas próprias entranhas de Lyg, o domínio do Arrivista que desapareceu. Embora tenham vindo de diversas águas, cada Ge tem um único propósito: o de criar um príncipe do bem, girar sua aparência de maneira aleatória e impregná-lo do bem mais precioso e escasso de Oblívio: a esperança.

Livre de mortes, eu entono do Paraíso: Mehrunes, o Caçador de Ladrões, Mehrunes Corpo-de-Deus, Mehrunes, os Braços Vermelhos Que Subiram! Nu-Mantia! Liberdade!

Zonas novas, dias novos a vir meus noviciados! Pois assim como Mehrunes derrubou Lyg e rachou seu rosto, declarando cada um dos dezenove e nove e nove oceanos livres, ele quebrará a coroa de serpentes dos Cyrodiilicos e fará a federação!

Emergirão coisas novas nesses dias, pois foi mudado naqueles, já que com a palavra mágica Nu-Mantia, uma grande rebelião se levantou e derrubou as torres de CHIM-EL GHARJYG, e os templários do Arrivista foram massacrados e sangue caiu como o orvalho das alas superiores até os poços mais baixos, onde os escravos com rostos maníacos levavam correntes e dentes para os carcereiros, e toda a esperança era fogo de tocha.

Não há domínio, exceto o livre arbítrio! Sua Aurora ouve, meu Senhor! Que todos os Aurbis se conheçam Livres! Mehrunes chegou!

Inteiros sóis foram dilacerados quando suas legiões vermelhas se moveram de Lyg para o interior do frio, uma legião para cada Get, e Kuri foi derrubado e Djaf foi derrubado e Horma-Gile foi esmagado com sal frio e para sempre chamado Hor e assim será novamente ao tempo dos Portões.

Tido sob os espelhos, Malbioge foi derrubado, aquela velha Cidade das Correntes, sacudida ao calor de ossos novos e libertada. Galg e Mor-Galg foram derrubados juntos em uma única noite do dia serão novamente ao tempo dos Portões.

Encarna nada além de aflição, NRN, que se tornou O Fosso e sete maldições em seu Dreugh, o Vermae NI-MOHK! Exceto por isso, as Cruzadas serão como a criação do meu senhor, chegue pelo Ge e faça como queres, sem grilhões além de sua própria consciência! Saiba que o seu Inferno é Quebrado, povo do Aurbis, e louve a Nu-Mantia que é a Liberdade!


Ant.: Comentários da Aurora Mítica 3 Acima: Comentários da Aurora Mítica Próx.: Nenhum