Morrowind:36 Lessons of Vivec, Sermon 3

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
MW-icon-book-Book3.png
Informações do Livro
ID BookSkill_Blunt Weapon4
Veja também Versão da Lore
Anterior Sermon 2 Próximo Sermon 4
Value 200 Weight 3.0
Skill Blunt Weapon
Localizações
Encontrado nos seguintes lugares:
Livro 3 de uma série de palavras de conhecimento relacionadas à Vivec


Sendo cega a esposa do netchador rumou até uma caverna em seu caminho para os domínios da Casa Indoril. Aconteceu que essa caverna era uma fortaleza Dwemeri. Os Dwemer espionaram o ovo e capturaram a esposa do netchador. Eles prenderam-na dos pés a cabeça e a trouxeram bem para dentro da terra.

Ela ouviu um dizer:

'Vá e faça um simulacro dela e coloque-a de volta na superfície, pois ela tem algo semelhante ao que temos e portanto os Velothi vão cobiçá-la e perceber se ela ficar muito tempo longe.'

Na escuridão, a esposa do netchador sentiu grande facas tentando cortar sua abertura. Quando as facas não funcionaram, os Dwemer usaram sons sólidos. Quando esses não funcionaram, muito calor foi trazido. Nada disso foi útil, e o ovo de Vivec manteve-se seguro dentro dela.

Um Dwemer disse:

'Nada disso surte efeito. Devemos desvirtuar isso.'

Vivec sentiu que sua mãe estava com medo, então consolou-a.

'O fogo é meu: deixe-o consumí-lo,
E fazer uma porta secreta
No altar de Padhome,
Na Casa de Boet-hi-Ah
Onde nós ficamos seguros
E cuidados.'

Essa velha oração fez a esposa do netchador sorrir e começar um sonho tão profundo que quando as atronacas Dwemeri retornaram com esferas pontudas e cortaram-na no meio ela não acordou e morreu pacificamente. Vivec fora removido de seu útero e colocado num vidro mágico para estudos posteriores. Para confundir seus captores, ele canalizou sua essência em amor, uma emoção que os Dwemer sabiam nada sobre.

O ovo disse:

'Amor é usado não apenas como um constituinte de humores e romances, mas também como matéria prima pelo qual relacionamentos produzem exasperações posteriores, restrições infelizes, enigmas ligados com afeição conhecidos apenas pelo casal amante, e veja que isso prolonga-se muito.
Amor é também um ingrediente frequentemente usado em algumas transações transparentes verbais e não verbais onde, eventualmente, pode ser convertido a uma variedade de verdadeiras devoções, algumas das quais rendem uniões duras, insolúveis e infusíveis. Na sua forma básica, amor suprime aproximadamente treze calados de toda energia derivada de relacionamentos. Seu papel e valor na sociedade é no geral controverso.’

Os Dwemer ficaram vexados à essas palavras e tentaram se esconder atrás de seus símbolos de poder. Ele enviaram atronacas para remover o ovo-imagem de sua caverna e colocá-lo no simulacro que fizeram da mãe de Vivec.

Um Dwemer disse:

'Nós Dwemer somos apenas aspirantes ao que os Velothi têm.
Eles serão nossa condenação nesse e nos oito mundos conhecidos, NIRN, LHKAN, RKHET, THENDR, KYNRT, AKHAT, MHARA e JHUNAL.'

O segredo para a condenação está nesse Sermão.

O fim das palavras é ALMSIVI.