Lore:Caçada Selvagem

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
Lore: História(Redirecionado de Lore:Wild Hunt)


A Caçada Selvagem é uma horda de demônios da floresta e deuses animais metamorfos, com a força de mil homens, que percorre o campo matando tudo em seu caminho.Eric de Guis[1]
Uma torrente de bestas horrorosas, sapos com tentáculos, insetos de armadura e espinhas, serpentes gelatinosas, seres vaporosos com a face de deuses, todos derramados da grande árvore oca, cegos pela fúria.Uma Dança no Fogo, Capítulo 4

A Caçada Selvagem é uma característica mágica natural em todos Bosmer. Ela é manifestada por um ritual coletivo realizado por muitos Bosmer, levando-os a se transformar em uma horda de bestas ferozes e sobrenaturais. Estes monstros debandam, mudando suas formas constantemente, matando e devorando qualquer um em seu caminho e, eventualmente, quando sem mais nenhum alvo vivo, se voltam uns contra os outros em uma “orgia canibalesca”.[2] Esta transformação é vista pelos Bosmer como um retorno ao caos da Lore:Era da Alvorada, quando eram incapazes de manter a mesma forma por mais de um momento. Após terem feito o Pacto Verde com Y'ffre, ele ensinou os Bosmer como escapar daquele caos e manter sua forma, mas também em como retornar incitando a Caçada Selvagem.[3] É dito que esses metamorfos podem assumir uma forma gasosa que os faz impossíveis de serem detidos sem ajuda de magia.[4] Existem até alguma sugestão de que eles podem assumir a forma de água.[1]

O propósito da Caçada Selvagem varia em cada Caçada separadamente, de um ato de vingança a uma ferramenta de guerra. Em qualquer caso, os Bosmer não têm orgulho de sua habilidade e não estão dispostos a discutir a Caçada por muito tempo. Um dos raros relatos sobre a natureza da Caçada Selvagem afirma que “todos monstros no mundo que já surgiram vêm de uma Caçada anterior”. Assim sendo, os Bosmer são relutantes em utilizar a Caçada, exceto em um ato de desespero. Os monstros que realmente são criados por uma Caçada Selvagem, todos Bosmer originalmente, são ditos serem ferozes e de vidas longas. Exemplos notáveis incluem Willy o Mordido e o Rei Lobo-Alce Morto, que foram criados no fim do quarto século da Primeira Era e viveram enfim até o começo da Terceira Era. Eles foram atormentar o Bosque Silvenar e o Pântano Lympan, respectivamente. Dizem que a mudança é irreversível.[1]

Casos Históricos

Existem três casos documentados da Caçada Selvagem:

  • 3E 397, Vindisi[2] — Uma Caçada foi evocada em retaliação ao ataque dos Khajiit contra os Bosmer de Vindisi pelos seus habitantes durante uma trégua na Guerra dos Cinco Anos. De acordo com a Sociedade Geográfica Imperial, essa foi a vista mais recente de uma Caçada Selvagem.[6]

Notas

  • A Caçada Selvagem dos Bosmer não deve ser confundida com a Caçada Selvagem periodicamente conduzida pelo Prícipe Daedrico Hircine, que também pode ser chamada de a Grande Caçada ou o Ritual da Vítima Inocente.[7][8]

Referências

  1. ^ a b c Guia de Bolso do Império, 1º Edição: Domínio AldmeriSociedade Geográfica Imperial, 2E 864
  2. ^ a b [[Lore:Uma Dança no Fogo, Capítulo 4|]]
  3. ^ Variedades da Fé no ImpérioIrmão Mikhael Karkuxor
  4. ^ [[Lore:A Pedra de Contensão|]]
  5. ^ [[Lore:Uma História de Daggerfall|]]
  6. ^ a b c [[Lore:Guia de Bolso do Império, 3º Edição/Floresta de Valen|]]
  7. ^ [[Lore:A Postagem da Caçada|]]
  8. ^ [[Lore:Pesquisas de Tal Marog Ker|]]