Lore:Shor

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995
Trono de Shor no Salão do Valor

Shor é a versão Nórdica de Lorkhan. Ele se aliou aos homens após a criação do mundo. Deuses estrangeiros, (por exemplo, os élficos) conspiraram contra ele para derrota-lo, o condenando ao "submundo". Mitos Atmoranos o retratam como um rei guerreiro sanguinário que liderou os Nords à vitória contra os opressores Aldmeri. Antes de sua condenação, Shor, às vezes também chamado de Deus das Crianças, foi líder dos deuses.[1] Acredita-se que Shor pode ser encontrado em Sovngarde, uma utopia de Aetherius que ele construiu e é aberta na pós vida para todos os Nords que provem seu valor ou morram corajosamente em batalha.[2] Embora morto, antigas lendas Nórdicas falam sobre o fantasma de Shor sendo "cantado" de volta ao mundo em ocasiões importantes da história Nórdica.[3]

História

Existem muitas lendas Nórdicas antigas sobre Shor e seus compatriotas. Kyne foi sua esposa e viúva, Stuhn foi um de seus Thane-escudo e Tsun morreu protegendo-o.[1] Dizem que ele lutou contra Alduin no plano espiritual no início dos tempos.[3] Eles também aceitam "Lorkhan" como o nome élfico de Shor; os dois são considerados a mesma entidade,[1][3][4] assim como é Shezarr (embora a reputação do "Irmão Desaparecido" dos Oito Divinos foi reduzida para ser um pouco menos ofensiva para culturas élficas e para aqueles que elas influenciaram).[5] Shor também é referenciado como um "aspecto" de Lorkhan.[6]

Os Nords acreditam que o líder dos deuses foi morto por gigantes élficos em na antiguidade que arrancaram o Coração de Shor e o usaram como um estandarte para amedrontar os Nords. Isso funcionou até Ysgramor ter "Gritado Algo com Sentido" e os Nords lutaram novamente. Sabendo que eles perderiam eventualmente, os gigantes élficos esconderam o Coração de Shor para que os Nords nunca possam ter seu deus de volta.[3]

Velho Batedor

De acordo com estudiosos Imperiais, os Nords acreditam que seu antigo inimigo de Atmora, Orkey, os enganou e usou magia sórdida para reduzir a expectativa de vida Nórdica aos seis anos. Através de meios desconhecidos, Shor apareceu e removeu a maldição, jogando maior parte nos Orcs próximos.[1]

Lendas Nórdicas entram em mais detalhes. Durante o reino do Alto Rei Wulfharth na Primeira Era, Orkey invocou Alduin e quase todo Nord foi "consumido" para os seis anos pelo Devorador do Tempo. O garoto Wulfharth implorou a Shor por ajuda. O fantasma de Shor então lutou contra Alduin mais uma vez no plano espiritual, e venceu. O povo de Orkey, os Orcs, foram arruinados. Foi ao assistir essa batalha no céu que Wulfharth aprendeu um novo uso do thu'um, o que lhe permitiu salvar seu povo.[3]

Montanha Vermelha

"Eu não me vingo dos Anões pelos motivos que o Tribunal possa acreditar. Todavia, é verdade que eles morrerão pelas minhas mãos, assim como quem quer que esteja do lado deles." — Shor[3]

Durante a Guerra do Primeiro Conselho por volta de 1E 700, os Nords aprenderam do Chimer Dagoth Ur que o redescoberto Coração de Shor estava no centro da disputa entre os Dwemer e os Chimer. As Línguas cantaram o fantasma de Shor de volta ao mundo e, assim como antes, ele reuniu um exército. Ele então sugou as cinzas espalhadas do Rei Wulfharth e o recriou para servir como um general. Mas o Demônio de Dagoth pediu para ser general também, enfatizando seu serviço ao trazer a informação aos Nords. Então Shor manteve ambos como generais e marchou sobre Resdayn.[3]

As lendas Nórdicas diferem sobre o que aconteceu na Batalha da Montanha Vermelha que sucedeu. Uma história diz que tudo era um truque e assim que o exército de Shor chegou na Montanha Vermelha, os Chimer e Dwemer se juntaram e os atacaram. Seus feiticeiros ergueram a montanha e a arremessaram em Shor, aprisionando-o sob a Montanha Vermelha até o fim dos tempos.[3]

A outra versão "secreta" do conto é que o Coração de Shor realmente estava na montanha.[3] Com a insistência de Shor, seus generais reuniram mais tropas de todos os tipos, até forjaram uma aliança com os Orcs. Muitos Nords não conseguiram se aliar aos seus inimigos tradicionais, mesmo em frente a Montanha Vermelha, e quase desertaram, mas um discurso inflamado de Wulfharth sobre a importância de Shor e essa guerra manteve o exército unido. Shor obteve seu Coração de volta brevemente, mas ele precisava de tempo e seus oponentes empunharam as Ferramentas de Kagrenac. No confronto subsequente, Shor foi ferido pelo Rei Dwemer Dumac, que foi morto por Dagoth Ur, que então foi derrotado pelo amigo revoltado de Dunmac, o Hortator Chimer Nerevar. Shor feriu Nerevar mortalmente, mas a trapaça de Nerevar o permitiu cortar o Coração de Shor, novamente derrotando o líder dos deuses.[3]

Legado

Muitas figuras importantes através da história foram atribuídas com alguma relação com Shor. Santa Alessia foi chamada de esposa de Shor.[7] Quando os Nords viram Pelinal Listranívea durante a Rebelião dos Escravos Alessianos coberto com sangue élfico após o primeiro Massacre, eles disseram que Shor havia retornado, mas Pelinal cuspiu aos seus pés por profanarem o nome de Shor.[8] O sucesso incomum do Alto Rei Gellir ao conquistar várias cidades-estados Dwemeri em Skyrim durante a Primeira Era foi atribuído às benções de Shor.[9] O fanatismo do Rei Wulfharth lhe deu o apelido de "Língua de Shor".[3]

Nos dias sombrios após a queda de Saarthal, Shor foi demonizado pelos governantes élficos em Bretony, onde ele passou a ser conhecido como Sheor, o Homem Nocivo.[1]

Notas

  • Dizem que alguém chamado "Shor-El" afirmou que Cyrodiil tornou-se um ovo durante a ilustre Quebra do Dragão de mil anos da Primeira Era.[10]
  • Uma pequena comunidade de mineração em Skyrim é chamada Pedra de Shor.[11]

Ver Também

Referências

  1. ^ a b c d e Variedades da Fé no ImpérioIrmão Mikhael Karkuxor
  2. ^ Sovngarde, a ReexaminationBereditte Jastal
  3. ^ a b c d e f g h i j k As Cinco Crônicas do Rei Wulfharth
  4. ^ The Tale of Dro'Zira - Transcription and CommentarySonia Vette
  5. ^ Shezarr and the DivinesFaustillus Junius
  6. ^ Wind and SandAfa-Saryat
  7. ^ Remanada
  8. ^ A Canção de Pelinal - Volume 4: Em Seus Feitos
  9. ^ As Guerras de AetheriumTaron Dreth
  10. ^ Onde você estava quando o Dragão Quebrou?Vários
  11. ^ The Nightingales Volume II: - What We WereGallus Desidenius