Lore:Tiber Septim

A UESPWiki – Sua fonte de The Elder Scrolls desde 1995


Imperador Tiber Septim
OB-Statues-Tiber Septim.jpg
Imperador Tiber Septim como visto em uma estátua em Bruma
Raça Desconhecido Gênero Masculino
Nascimento 2E 828
Morte 3E 38
Reinado 2E 854-
3E 38
Antecessor Cuhlecain
Sucessor Pelagius Septim
Residência Cyrodiil

Tiber Septim, também conhecido como General Talos, Hjalti Barba-Precoce, o Draconato e Ysmir, foi um imperador que se tornou uma das figuras mais famosas da história Tamriélica, reinando como Imperador Tiber Septim de 2E 854 até 3E 38.[1] Acreditando-se que ele tenha nascido no continente Nórdico de Atmora em 2E 828, Tiber Septim começou sua carreira em serviço do rei Cyrodílico Cuhlecain, e ficou conhecido como General Talos. Nesta função, ele lutou para unificar Cyrodiil e finalmente toda Tamriel, um esforço que deu frutos em 3E 896, com o nascimento do Terceiro Império.[2]

Ele também é responsável por declarar o início da Terceira Era no fim do mesmo ano.[1] Ele reinou por 81 anos e é considerado por muitos o maior imperador da história. Tiber Septim deu seu nome à linhagem de Imperadores Cyrodílicos, os Septims. Tiber é reverenciado como um dos Nove Divinos sob o nome de Talos,[3], que significa "Coroa-Tormenta".[4]

(Existem contos conflitantes sobre a origem, ancestralidade e nome original de Tiber Septim. Abaixo, estão ambas históricas oficialmente sancionadas e a versão traçada na A Heresia Arcturiana)

Ortodoxia

Ele nasceu em Atmora com o nome de Talos, que significa Coroa-Tormenta no antigo Ehlnofey.[2] Ele passou sua juventude em Skyrim, onde aprendeu a antiga arte das Línguas e também estratégias de guerra por chefes de batalha de lá.[2] Aos 20 anos, ele liderou a invasão de Antiga Hrol'dan, tomando-a de volta dos Bruxos da Campina de Pedralta, sua última conquista militar conhecida.[2][5] Pouco depois, tempestades crescentes mostraram que os Barbacinzas estavam prestes a falar.[2] Como vilarejos próximos estavam sendo evacuados, Talos viajou para as montanhas que os Barbacinzas chamavam de lar, onde eles removeriam suas amordaças e falariam seu nome, fazendo o Mundo tremer.[2] Os Barbacinzas disseram a Talos que ele reinaria Tamriel, mas he deveria ir ao sul para tal.[2] Antes de ir, ele aprendeu os segredos dos ventos dos picos altos -- o rugir do assopro do inverno, e a seda morna do trago do verão. Quando ele desceu das montanhas, ele cavalgou pelas nuvens, passando pelo ar em botas que ele dizia serem presentes dos Barbacinzas por suas soluções e destreza artística.[6]

Talos se tornou general dos Estados Colovianos sob Rei (e depois Imperador) Cuhlecain. General Talos conheceu o exército combinado de Skyrim e Pedralta no campo de Sancre Tor, que eram hostis a Cuhlecain.[2] O exército de Skyrim se juntou a ele quando o viram usar o Thu'um, e souberam que ele era o filho de Skyrim e herdeiro dos Impérios do Homem.[2] Mas os Bretões viram as coisas de forma diferente. O general quase foi morto em 2E 854 por um assassino de Pedralta que cortou sua garganta e matou o Imperador Cuhlecain.[2] Apesar de não poder mais sua a Voz, ele comandou Tamriel por sussurros. Ele tomou o nome Cyrodílico de Tiber Septim, assim como "Ysmir, o Dragão do Norte", o nome Nórdico dos reis[2] (também chamado simplesmente de "Ysmir, Dragão do Norte"[3]). Tiber Septim morreu em 3E 38.[1]

Heresia

(Essa história alternativa compartilha muitos dos detalhes e eventos da versão oficial, mas difere em aspectos chave.)

Hjalti Barba-Precoce nasceu na ilha de Alcaire, em Pedralta.[4] Entre os rumores de um líder de guerra destinado a reinar Tamriel, ele foi à proeminência a serviço do Rei Cuhlecain e lutou para unificar Cyrodiil. Poucos sabiam da existência de seu aliado secreto, o Rei Ínfero, Ysmir Coroador-de-Reis.[4] O Rei Ínfero providenciou assistência ao jovem General, mas a forma de assistência foi vagamente descrita no livro. Existem referências de uma tempestade que falava noite inteiras com Hjalti e desviava flechas enquanto Hjalti gritava contra a porte de Antiga Hrol'dan, onde Hjalti recebeu o nome de Talos, que significa Coroa-Tormenta, por seus homens.[4] Essa tempestade era muito provavelmente o Rei Ínfero, pois seu corpo havia sido diminuído a cinzas pelos Barbacinzas, e ele é chamado de Ysmir, o Vento Cinza e Tempestade de Kyne.[4] Depois que a província foi conquistada, Hjalti assassinou Cuhlecain e seu contingente na Cidade Imperial e culpou assassinos de Pedralta.[4] O Rei Ínfero continuou a ajudar em suas conquistas, e Hjalti tomou o nome de Tiber Septim, ascendendo ao Trono de Rubi.

Vida Pessoal

Acreditava-se que ele havia nascido em 2E 828 no antigo continente de Atmora, de acordo com a história oficial. Tiber é acreditado ser de sangue Nórdico. A identidade de seus pais não é registrada. Os detalhes de sua juventude não são bem conhecidos, apesar do fato de ele ter passado em Skyrim. Tiber Septim teve um filho com uma mulher desconhecida, e essa criança teve outro filho - Pelagius.[4] Algumas fontes dizem, em erro aparente, que Pelagius era o filho mais velho de Tiber.[7] Mais tarde na vida, de acordo com outras fontes, ele teve um caso com uma futura rainha Dunmeri, Barenziah, que teve o filho abortado.[8] Seu reinado durou de 2E 854 até sua morte, em 3E 38, durando 81 anos.

Artefatos

Tiber Septim se associou a vários artefatos notáveis durante sua vida (e, em alguns casos, além dela). O Totem de Tiber Septim é um artefato poderoso mas misterioso que pode ser usado por pessoas de sangue real para controlar o Numidium, um poderoso golem que ajudou Tiber Septim a conquistar Tamriel. Acredita-se que ele tenha tido uma função crucial durante a Distorção no Oeste.[9]

De acordo com histórias de Morrowind, Tiber Septim apareceu ao Nerevarine logo antes da conquista da Montanha Vermelha. Ele era um velho chamado Wulf que ninguém mais podia ver, e ele deu ao herói um de seus próprios septims que o deu sorte. As Botas do Apóstolo levitantes são atribuídas ao Imperador, apesar de terem sido mantidas em mistério.[10] Existe alguma sugestão que o Nerevarine pode ter encontrado uma delas. A Armadura de Tiber Septim foi supostamente recuperada de um forte em ruínas em Cyrodiil para uso de Martin Septim em sua tentativa de parar a Crise do Oblivion.

Notas

  • Na quest O Fantasma da Antiga Hroldan em Skyrim, um fantasma antigo repetidamente se refere ao matador dos Bruxos da Campina de Pedralta como Hjalti, e faz referência ao tempo que eles passaram juntos aprendendo dos "espadachins de Alcaire".

Galeria

Referências

  1. ^ a b c [[Lore:História Resumida do Império v 1|]]
  2. ^ a b c d e f g h i j k Pocket Guide to the Empire, 1st Edition: CyrodiilImperial Geographical Society, 2E 864
  3. ^ a b Variedades da Fé no ImpérioIrmão Mikhael Karkuxor
  4. ^ a b c d e f g A Heresia Arcturianao Rei Ínfero, Ysmir Coroador-de-Reis
  5. ^ Eventos de Skyrim
  6. ^ Diálogo de Morrowind:Lalatia Varian em Morrowind
  7. ^ [[Lore:História Resumida do Império (Daggerfall)|]]
  8. ^ A Verdadeira BarenziahPlitinius Mero
  9. ^ [[Lore:Distorção no Oeste|]]
  10. ^ [[Lore:Lore Tamriélica|]]